Bulgária: além da memória comunista

Dos trácios aos búlgaros modernos, são mais de 3 mil anos de construção da história de uma das nações mais antigas da Europa. Localizada em um ponto estratégico dos Bálcãs, a Bulgária tem uma história complexa de conflitos com bizantinos e otomanos. Já no século XX, após a II Guerra Mundial, o país mergulhou em uma ditadura marcada por perseguições políticas e um modelo socioeconômico sob influência da União Soviética. Sendo assim, por décadas a Bulgária permaneceu fechada atrás da Cortina de Ferro e distante dos padrões convencionais de desenvolvimento. Neste encontro, Tiago Halewicz destaca momentos cruciais da história búlgara para explicar o complexo panorama cultural além da memória comunista recente, destacando um vasto acervo desde a ocupação romana. Ademais, ao olhar para o século XXI, reflete sobre os desafios enfrentados pelo país como membro da União Europeia e do Espaço Schengen.

Data: 11 de abril – 19h30

Gratuito para os viajantes do grupo Bulgária e Romênia da Casamundi (mediante reserva)

presencial

R$125,00
  • com bebida e petiscos
  • às 19h30

on-line

R$65,00
  • via zoom
  • às 19h30

Data

11 abr 2024
Expired!

Tempo

19:30 - 21:00

Detalhes

ONLINE ou PRESENCIAL

Preço

65,00 | 125,00

Docente

  • TIAGO HALEWICZ
    TIAGO HALEWICZ
    Pesquisador na área da cultura

    Tiago Halewicz é diretor cultural e sócio da Casamundi. Como viajante, conduz grupos por todos os continentes, compartilhando o seu conhecimento multidisciplinar. É autor de dois livros e já realizou curadoria e organização de várias exposições, mostras de cinema e concertos. Atua como pesquisador na área de cultura polonesa. Em 2015, Tiago recebeu a medalha de Ordem de Honra dos Cavalheiros da República da Polônia.

Rolar para cima